Gotinhas no oceano

pessoando entre milhões de seres humanos

2 pessoas visualizaram esse post

Olar!

Estava conversando com a Lorena, uma amiga minha que também faz ECA-USP, sobre a bolha cultural, de referências, que se forma dentre de um grupo. Boatos de que tem gente que fica até sem entender o que a gente fala. Os memes, em sua maioria surgidos no tumblr, são abastecidos pelo twitter e se alastram mais rápido que fogo em estação seca. Depois chegam na outra rede social, é claro, mas nesse ponto já é uma morte horrível.

inm2f1

Só nesse ano já temos o suficiente para fazer uma lista digna de buzzfeed. Tem a mãe da Taylor Swift proibindo a cantora de fazer músicas sobre o ex, de ir na balada procurar negão, tem casal se conhecendo em portal de notícias e tatuando ‘Fora PT’, tem muita gente desmaiada e querendo estar morta. O legal é que, apesar de um meme ter aparente vida curta, toda vez que surge um novo a galera começa a misturar, gerando frases como “in brazilian portuguese they dont say you’ll have other opportunities they say segue em frente tem outros trofeu and i think thats beautiful”, que, para uma pessoa de fora, não faz o menor sentido.

Tudo isso é muito divertido, te dá uma sensação de pertencimento e piada interna compartilhada por centenas de pessoas. Até que as referências se infiltram tanto no seu vocabulário que você conta uma notícia boa pra família e finaliza com: um péssimo dia para as inimigas. E pra explicar quem é Giovana quando te contam algo chocante e você já vai soltando um “eeeeeitaaa…”? Eu começo a me preocupar com a densidade da bolha em que me enfiei. O que é a vida fora da ECA? Quem não tem twitter faz piada com o quê? Será que eu soltei um ‘fiiintchy reais’ para alguém que não conhecia Vanessão??? Ajuda lusiano!

meca-suas-palavras-abre

São tantos virais que eu nem sei o que dizer, apenas sentir. Muitos não sei nem de onde vêm. Quem nunca viu um meme estourando na timeline, embarcou, ganhou RTs e está até hoje sem saber como surgiram? Para isso temos um recurso maravilhoso disponível: a Memepedia do YouPix, que rastreia as coisas que não dizemos em brazilian portuguese e eternizam essas ondas virtuais. E assim vamos fazendo, graças a Deus, tendo muitos memes sim, porque se reclamar vai ter mais.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado às abril 2, 2015 por em Cá com meus botões... e marcado , , , , , .
PODE GRITAR

A Literatura dá voz às vítimas de abuso sexual.

{café e rivotril}

quando as confissões se libertam

coisas desiguais.

on the road, coisas desiguais

Eu, tu, elas

Feminismo na prática

Crias da Terra

Magia natural, tarot e amor

%d blogueiros gostam disto: