Gotinhas no oceano

pessoando entre milhões de seres humanos

Economia feminista e solidária

20150411_115114

Tá rolando hoje (11/04/14), no Largo da Batata, em São Paulo, uma Mostra de Economia Feminista e Solidária. Quando fiquei sabendo do evento quase pulei de alegria. Juntar duas causas que eu defendo – a igualdade social, política, econômica e cultural entre os gêneros e uma economia não-capitalista, que beleza! Não podia perder.

Cheguei lá umas 11h, mas desde as 10h da manhã estavam montadas tendas para venda de artesanato, roupas, comidas e bebidas, tudo feito por mulheres. Na maior delas aconteciam as oficinas. Quando cheguei  a de crochê de grampo estava acabando, e fiquei para aprender como se faz tear de dedos. Sentada com várias mulheres, trocando experiência, me senti no lugar certo.

20150411_120332-horz

Mãos que tecem!

Uma das organizadoras me explicou que economia solidária é uma que tem como princípios a autonomia e a igualdade, ou seja, não tem chefes ou hierarquia, muito menos exploração. As decisões são tomadas coletivamente, assim como a divisão da renda (elas não trabalham com lucro, mas com ‘sobras’). E pensando assim fica claro que tem tudo a ver com o feminismo, né? Um ponto importante e menos óbvio é que, na economia feminista, o trabalho doméstico é visto como trabalho mesmo, e o objetivo é que as responsabilidades de manutenção da vida sejam divididas com os homens e o Estado. Nela, “o cuidado da vida deve estar em primeiro lugar, porque é muito mais importante do que os lucros do mercado” (Para Entender A Economia Feminista, pág. 13 – Sempreviva Organização Feminista).

20150411_114119

Essa artesã vendia bloquinhos lindos por R$10, perguntou o que eu fazia da vida e desejou todo o sucesso na minha carreira e muito amor na vida pessoal. ♥ ♥ ♥

 

Depois fui dar uma volta nas tendas, para ver o que tinha de bom. Levei 50 reais para gastar lá e foi uma das oncinhas que mais renderam na minha vida, tirando aquelas que ganhei na infância. Tinha comidinhas livres de agrotóxico, produtos de beleza naturais, roupas, sacolas, papelaria reciclada, bijus, peças de decoração e os clássicos panos de prato pintados. Fiquei muito feliz em perceber que a ecologia anda junto nesse tipo de organização. É sustentabilidade em todos os sentidos ♥

20150411_133231

Comprei TUDO ISSO com 50 reais. Dá pra acreditar?

 

Para fechar com chave de ouro, tudo aconteceu num local público, que, depois da obra anti-urbana feita pelo Estado, sem lugar para sentar, sem sombra, sem vida, fez com que a população local se organizasse e ocupasse a Batata (deem um olhada na página A Batata Precisa de Você). Fiz duas fotos panorâmicas de lá, você pode ver entrando aqui e aqui. A realização do evento é do SOF (Sempreviva Organização Feminista). Contatos: (11) 3819-3876 | amesol.feminista@gmail.com | www.sof.org.br

Anúncios

Um comentário em “Economia feminista e solidária

  1. Roberta
    abril 14, 2015

    adorei o bloquinho ❤

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado às abril 11, 2015 por em BEDA, Feminismo, Sampamor e marcado , , , , , , , .
PODE GRITAR

A Literatura dá voz às vítimas de abuso sexual.

{café e rivotril}

quando as confissões se libertam

coisas desiguais.

on the road, coisas desiguais

Eu, tu, elas

Feminismo na prática

Crias da Terra

Magia natural, tarot e amor

%d blogueiros gostam disto: